Entrevistas |

#10 – Pandemia, biopolítica, necropolítica e o problema teológico no Brasil | Entrevista com Fernando Gimbo

Conteúdo completo:


Em tempos de pandemia, o isolamento social nos convoca a pensarmos sobre nossa condição biológica, política e social. No caso brasileiro, isso se soma a diversas outras características que nos são próprias, e que dizem respeito também ao nosso passado colonial e ao nosso processo histórico específico. Abordando o assunto de uma perspectiva teológico-política, o Professor Fernando Gimbo tece considerações muito interessantes com relação a esse problema urgente.

Fernando Sepe Gimbo é Professor da Universidade Federal do Cariri (UFCA), campus de Juazeiro do Norte. Possui Graduação em Comunicação Social pela Fundação Casper Líbero e Graduação em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP), Mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e é Doutorando em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Suas principais áreas de atuação são: filosofia contemporânea, teoria das ciências humanas e estética.


View this post on Instagram

Pandemia, biopolítica, necropolítica e o problema teológico no Brasil. Entrevista com Fernando Gimbo. Em tempos de pandemia, o isolamento social nos convoca a pensarmos sobre nossa condição biológica, política e social. No caso brasileiro, isso se soma a diversas outras características que nos são próprias, e que dizem respeito também ao nosso passado colonial e ao nosso processo histórico específico. Abordando o assunto de uma perspectiva teológico-política, o Professor Fernando Gimbo tece considerações muito interessantes com relação a esse problema urgente. Fernando Sepe Gimbo é Professor da Universidade Federal do Cariri (UFCA), campus de Juazeiro do Norte. Possui Graduação em Comunicação Social pela Fundação Casper Líbero e Graduação em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP), Mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e é Doutorando em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Suas principais áreas de atuação são: filosofia contemporânea, teoria das ciências humanas e estética. ________________ Caio Souto caiosouto@gmail.com #necropolitica #biopolitica #problema #teológico #derrida #foucault #mbembe #achillembembe #pandemia #emcasa #poder #estado #religioso #critica #intruso #filosofiacontemporanea #filosofia #entrevista #conversacoesfilosoficas #contemporaneidade #ufscar #marilenachaui #quarentena #politica #filosofiapolitica

A post shared by Caio Souto (@conversacoesfilosoficas) on


Compartilhe o conteúdo:

Facebook Twitter Linkedin
Canal do Youtube
Facebook
Instagram
Twitter
Receba por e-mail
Podcast no Spotify