Entrevistas |

#116 – Pensando com Foucault: uma educação pela magia | Entrevista com Tiago Brentam

Conteúdo completo:

Tiago Brentam possui uma tese na área de educação em que propõe recuperar uma tradição da história do pensamento que teria ficado obscurecida pela tradição do racionalismo. Para tanto, utiliza-se do pensamento de Michel Foucault. Sua pesquisa também se conecta com saberes mágicos que constituem algumas das matrizes da cultura brasileira, embora nem sempre sejam valorizados em nossas instituições de ensino e de pesquisa. Licenciado (2012) e bacharel (2014) em Filosofia pela Universidade Estadual Paulista [UNESP] – Campus de Marília, onde investigou a Arqueologia de Michel Foucault [FAPESP Processo 2011/21785-0]. O Mestrado FAPESP Processo: 2012/21672-4 e Doutorado (CAPES) ocorreram na linha de Filosofia e História da Educação no Brasil pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESP/Marília. Como resultado de pesquisa do Mestrado publicou o livro Uma arqueologia do ensino de filosofia no Brasil: formação discursiva na produção acadêmica de 1930 a 1968 (Cultura Acadêmica, 2017). As problemáticas atuais têm cruzado a filosofia e a magia como campos de saberes e práticas que permitem o acesso a outra educação filosófica e ensino de filosofia, procurando pensar ética, estética e politicamente a espiritualidade desde as artes do uso e do cuidado de si, do outro e do mundo no tempo presente. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação e Filosofia (GEPEF), da Sociedade Brasileira de Filosofia da Educação (SOFIE) e do Grupo de Trabalho Filosofar e Ensinar a Filosofar, cadastrado junto à ANPOF.

Link para a tese de Tiago Brentam.


Comentários:


Compartilhe o conteúdo:

Facebook Twitter Linkedin WhattsApp Telegram Copiar link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Canal do YouTube
Instagram
Facebook
Twitter
Distribuição RSS