Entrevistas |

#21 – Por uma fenomenologia da diferença e sem origem | Entrevista com André Dias de Andrade

Conteúdo completo:

Depois de concluída sua pesquisa doutoral sobre textos poucos explorados da obra de Merlau-Ponty, André Dias de Andrade propõe agora uma nova abordagem da fenomenologia, que ele denomina como uma “fenomenologia sem origem”, ou ainda uma “fenomenologia da diferença”, a qual estaria mais próxima de Gilles Deleuze do que de Edmund Husserl, o fundador da fenomenologia.

Além desse tema, que é melhor abordado num artigo que está no prelo e sairá pela Revista Kriterion (UFMG), nossa conversa também versou sobre a contemporaneidade e sobre questões políticas.

André Dias de Andrade possui graduação em Jornalismo pelo Centro Universitário de Maringá, graduação em Filosofia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), mestrado em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e doutorado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Tem experiência nas áreas de Fenomenologia, Ontologia e Filosofia Francesa Contemporânea, com ênfase nas obras de Husserl, Merleau-Ponty e Deleuze. Desenvolve também projetos de pesquisa e possui publicações nas áreas de Semiótica (os sistemas de Peirce e Lotman), Teorias da Comunicação e Ética.

Contato: andre8ada@gmail.com


View this post on Instagram

Por uma fenomenologia da diferença e sem origem Entrevista com André Dias de Andrade. Depois de concluída sua pesquisa doutoral sobre textos poucos explorados da obra de Merlau-Ponty, André Dias de Andrade propõe agora uma nova abordagem da fenomenologia, que ele denomina como uma "fenomenologia sem origem", ou ainda uma "fenomenologia da diferença", a qual estaria mais próxima de Gilles Deleuze do que de Edmund Husserl, o fundador da fenomenologia. Além desse tema, que é melhor abordado num artigo que está no prelo e sairá pela Revista Kriterion (UFMG), nossa conversa também versou sobre a contemporaneidade e sobre questões políticas. André Dias de Andrade possui graduação em Jornalismo pelo Centro Universitário de Maringá, graduação em Filosofia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), mestrado em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e doutorado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Tem experiência nas áreas de Fenomenologia, Ontologia e Filosofia Francesa Contemporânea, com ênfase nas obras de Husserl, Merleau-Ponty e Deleuze. Desenvolve também projetos de pesquisa e possui publicações nas áreas de Semiótica (os sistemas de Peirce e Lotman), Teorias da Comunicação e Ética. Contato: andre8ada@gmail.com ___________________________ Caio Souto caiosouto@gmail.com #fenomenologia #fenomenologiaexistencial #merleauponty #husserl #comunicação #signo #politica #emcasa #entrevista #pandemia #conversacoesfilosoficas #filosofia #politica #origem #deleuze #contemporaneidade #ufscar

A post shared by Caio Souto (@conversacoesfilosoficas) on


Compartilhe o conteúdo:

Facebook Twitter Linkedin
Canal do Youtube
Facebook
Instagram
Twitter
Receba por e-mail
Podcast no Spotify