Lives |

#215 – Live com Wilson Alves-Bezerra (UFSCar): escritor, professor e tradutor

Conteúdo completo:

Wilson Alves-Bezerra (São Paulo, 1977) é escritor, tradutor, crítico literário e professor de literatura no Brasil. É autor das seguintes obras literárias: Histórias zoófilas e outras atrocidades (contos, EDUFSCar / Oitava Rima, 2013), Vertigens (poemas em prosa, Iluminuras, 2015, que recebeu o Prêmio Jabuti 2016, na categoria Poesia – Escolha do Leitor), O Pau do Brasil (poemas em prosa, Urutau, 2016, com 5 edições no Brasil e duas em Portugal), Vapor Barato (romance, Iluminuras, 2018) e Malangue Malanga (poemas em prosa, Multinacional Cartonera, 2019 – pool de 15 editoras cartoneras de 9 países; o livro será lançado comercialmente em 2020 pela Iluminuras, no Brasil). Em Portugal, publicou a antologia de poemas Exílio aos olhos, exílio às línguas (Oca, 2017), além de duas edições de O Pau do Brasil (Urutau, 2018 e 2019). No Chile, saíram seus Cuentos de zoofilia, memoria y muerte (LOM, 2018). Publicou ainda os seguintes ensaios: Reverberações da fronteira em Horacio Quiroga (Humanitas/FAPESP, 2008), Da clínica do desejo a sua escrita (Mercado de Letras/FAPESP, 2012) e Páginas latino-americanas – resenhas literárias (2009-2015) (EDUFSCar / Oficina Raquel, 2016). Atua também como tradutor literário no Brasil: traduziu autores latino-americanos como Horacio Quiroga (Contos da Selva, Cartas de um caçador, Contos de amor de loucura e de morte, todos pela Iluminuras) e Luis Gusmán (Pele e Osso, Os Outros, Hotel Éden, ambos pela Iluminuras). Sua tradução de Pele e Osso, de Luis Gusmán, foi finalista do Prêmio Jabuti 2010, na categoria Melhor tradução literária espanhol-português. Como articulista e literatura e cultura, atualmente colabora com O Estado de S. Paulo, Revista Cult e A União (Brasil). É doutor em literatura comparada pela UERJ e mestre em literatura hispano-americana pela USP, onde também se graduou. É professor de Departamento de Letras da UFSCar, onde atua na graduação e no mestrado em estudos de literatura. Atualmente, trabalha na tradução de poemas da poeta suíço-argentina Alfonsina Storni, projeto contemplado pelo programa Coincidencia, da Fundação Pro Helvetia e Casa do Tradutor Looren. Tem ainda uma biografia de Horacio Quiroga, com documentos inéditos, a ser lançada no Brasil em 2020.



Compartilhe o conteúdo:

Facebook Twitter Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Canal do Youtube
Facebook
Instagram
Twitter
Receba por e-mail
Podcast no Spotify