Lives |

#259 – A arte da crítica | Live com Patrick Pessoa

Conteúdo completo:

Patrick Pessoa possui graduação (1998) e mestrado em Filosofia (2001) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, doutorado (2007) em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro/Universität Potsdam e pós-doutorados em Estética pela PUC-RJ (2009) e pela USP (2015). É Professor Associado do Departamento de Filosofia da UFF e atualmente (2017-2021) é o Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFF. Fundador e editor (em parceria com Vladimir Vieira) desde 2007 da revista VISO: Cadernos de Estética Aplicada (www.revistaviso.com.br), tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Estética e Filosofia da Arte. Dedica-se principalmente a refletir sobre o conceito de crítica de arte, aplicando os frutos dessa reflexão a obras de arte literárias, cinematográficas e sobretudo teatrais. Lançou em 2008, pela Editora Rocco, “A segunda vida de Brás Cubas: A filosofia da arte de Machado de Assis”. Em 2013, lançou “Oréstia: adaptação dramática”, pela Editora Giostri, e “A História da Filosofia em 40 filmes”, pela Nau Editora, ambos em parceria com Alexandre Costa. No biênio 2012-2104, foi Coordenador do GT de Estética da ANPOF. Em 2015, pela Editora Cobogó, na série de Dramaturgia Brasileira, lançou o livro “Nômades”, escrito em parceira com Marcio Abreu. Em 2017, novamente pela Editora Giostri e em parceria com Alexandre Costa, publicou “Labirinto”, texto da peça homônima de sua autoria acompanhado por um aparato crítico aproximando teatro e filosofia. Desde agosto de 2018, publica semanalmente no jornal O Globo críticas teatrais sobre peças em cartaz na cidade do Rio de Janeiro estruturadas como pequenos ensaios.


A arte da crítica. Live com Patrick Pessoa (UFF)

Patrick Pessoa possui graduação (1998) e mestrado em Filosofia (2001) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, doutorado (2007) em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro/Universität Potsdam e pós-doutorados em Estética pela PUC-RJ (2009) e pela USP (2015). É Professor Associado do Departamento de Filosofia da UFF e atualmente (2017-2021) é o Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFF. Fundador e editor (em parceria com Vladimir Vieira) desde 2007 da revista VISO: Cadernos de Estética Aplicada (www.revistaviso.com.br), tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Estética e Filosofia da Arte. Dedica-se principalmente a refletir sobre o conceito de crítica de arte, aplicando os frutos dessa reflexão a obras de arte literárias, cinematográficas e sobretudo teatrais. Lançou em 2008, pela Editora Rocco, "A segunda vida de Brás Cubas: A filosofia da arte de Machado de Assis". Em 2013, lançou "Oréstia: adaptação dramática", pela Editora Giostri, e "A História da Filosofia em 40 filmes", pela Nau Editora, ambos em parceria com Alexandre Costa. No biênio 2012-2104, foi Coordenador do GT de Estética da ANPOF. Em 2015, pela Editora Cobogó, na série de Dramaturgia Brasileira, lançou o livro "Nômades", escrito em parceira com Marcio Abreu. Em 2017, novamente pela Editora Giostri e em parceria com Alexandre Costa, publicou "Labirinto", texto da peça homônima de sua autoria acompanhado por um aparato crítico aproximando teatro e filosofia. Desde agosto de 2018, publica semanalmente no jornal O Globo críticas teatrais sobre peças em cartaz na cidade do Rio de Janeiro estruturadas como pequenos ensaios.________________________Caio SoutoConversações Filosóficas#teatro #crítica #arte #filosofia

Posted by Conversações Filosóficas on Thursday, August 20, 2020

Comentários:


Compartilhe o conteúdo:

Facebook Twitter Linkedin WhattsApp Telegram Copiar link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Canal do YouTube
Instagram
Facebook
Twitter
Distribuição RSS