Entrevistas |

#31 – Pensando com Foucault outros modos de vida possíveis | Entrevista com Thiago Ribas

Conteúdo completo:

Um dos pensadores mais influentes da contemporaneidade, Michel Foucault contina a atrair muitos pesquisadores em torno de sua vasta obra. Nesta conversa, discutimos algumas apropriações dos conceitos foucaultianos feitas, por exemplo, por Giorgio Agamben e Achille Mbembe, buscando refletir sobre as consequências dos fatos recentes envolvendo a pandemia e a situação de países pós-coloniais, como é o caso do Brasil. Falamos, ainda, sobre os conceitos de biopolítica, tanatopolítica e necropolítica. Por fim, também abordamos as possíveis apropriações das redes sociais de um modo propositivo.

Thiago Fortes Ribas possui graduação em Educação Física pela Universidade Positivo (2005), graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná (2008), mestrado em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná (2011) e doutorado em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná (2016). Foi professor substituto da Universidade Federal do Paraná de agosto de 2011 a julho de 2013 e professor do departamento de direito da Universidade Positivo de março de 2015 a dezembro de 2016. Desde agosto de 2018, trabalha como professor adjunto da faculdade de educação na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Publicou os livros “Foucault: verdade e loucura no nascimento da arqueologia” (editora da UFPR, 2014) e “Foucault: saber, verdade e política” (Intermeios, 2017). Realizou estágio de doutorado na Universidade Paris Est-Créteil sob a supervisão do Professor Doutor Frédéric Gros.

Link para o canal “Foucault e os modos de vida outros”


Compartilhe o conteúdo:

Facebook Twitter Linkedin
Canal do Youtube
Facebook
Instagram
Twitter
Receba por e-mail
Podcast no Spotify