Entrevistas |

#4 – Por uma geofilosofia nos trópicos | Entrevista com Luiz Manoel Lopes

Conteúdo completo:

Nesta entrevista, o Prof. Dr. Luiz Manoel Lopes (UFCA) nos conta um pouco sobre sua trajetória intelectual, sobre as alegrias e dificuldades do ensino de filosofia no Brasil e também faz um paralelo entre os conceitos de geofilosofia (Deuleuze-Guattari) e geografia da fome (Josué de Castro), buscando pensar as condições geográficas do pensamento filosófico em relação com as regiões específicas de nosso país.

Luiz Manoel Lopes possui graduação em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1994), mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (2002) e doutorado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (2006).

Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Cariri atuando como professor do PRODER – Programa de Pósgradução em Desenvolvimento Regional Sustentável no Mestrado em Desenvolvimento Regional Sustentável onde ministra a disciplina Estudos do Semiárido. As suas pesquisas procuram estudar os conceitos de diferença, acontecimento, agenciamentos, desterritorialização e reterritorialização como contribuições para um novo modo de pensar o desenvolvimento regional sustentável.

Tais pesquisas também possuem ressonâncias com ensino e extensão junto à graduação, uma vez que atua como professor dos cursos de graduação em filosofia, biblioteconomia e administração. As suas pesquisas no Pensamento Contemporâneo giram em torno dos seguintes pensadores: Bergson, Deleuze, Foucault, Derrida, Cheikh Anta Diop, Guattari, entre outros.


View this post on Instagram

Por uma geofilosofia nos trópicos | Entrevista com o filósofo Luiz Manoel Lopes. Nesta entrevista, o Prof. Dr. Luiz Manoel Lopes (UFCA) nos conta um pouco sobre sua trajetória intelectual, sobre as alegrias e dificuldades do ensino de filosofia no Brasil e também faz um paralelo entre os conceitos de geofilosofia (Deuleuze-Guattari) e geografia da fome (Josué de Castro), buscando pensar as condições geográficas do pensamento filosófico em relação com as regiões específicas de nosso país. Luiz Manoel Lopes possui graduação em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1994), mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (2002) e doutorado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (2006). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Cariri atuando como professor do PRODER – Programa de Pósgradução em Desenvolvimento Regional Sustentável no Mestrado em Desenvolvimento Regional Sustentável onde ministra a disciplina Estudos do Semiárido. As suas pesquisas procuram estudar os conceitos de diferença, acontecimento, agenciamentos, desterritorialização e reterritorialização como contribuições para um novo modo de pensar o desenvolvimento regional sustentável. Tais pesquisas também possuem ressonâncias com ensino e extensão junto à graduação, uma vez que atua como professor dos cursos de graduação em filosofia, biblioteconomia e administração. As suas pesquisas no Pensamento Contemporâneo giram em torno dos seguintes pensadores: Bergson, Deleuze, Foucault, Derrida, Cheik Anta Diope, Guattari, entre outros. _________________ Caio Souto Conversações Filosóficas #geofilosofia #geografiaefilosofia #desenvolvimento #regional #deleuze #guattari #filosofia #educação #espinoza #ufca #etica #filosofar #emcasa #conversacoesfilosoficas #entrevista #amapa #cariri #espaço #saber

A post shared by Caio Souto (@conversacoesfilosoficas) on


Compartilhe o conteúdo:

Facebook Twitter Linkedin
Canal do Youtube
Facebook
Instagram
Twitter
Receba por e-mail
Podcast no Spotify